Unidades de Conservação de Proteção Integral

Unidade de Conservação (UC) é a definição dada para áreas criadas pelo poder público com o objetivo de proteger seus recursos naturais. Para tanto, elas estão submetidas a regras de ocupação e exploração distintas do restante do território nacional. Existem várias categorias (tipos) de Unidades de Conservação, associados a diferentes normas quanto à presença humana e o uso econômico dos seus recursos.

São áreas naturais criadas e protegidas pelo Poder Público, municipal, estadual e federal. Elas são reguladas pela Lei nº 9.985, de 2000, que institui o Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC).

UNIDADES MUNICIPAIS

PROTEÇÃO INTEGRAL

As Unidades de Conservação de Proteção Integral possuem normas mais restritas e são mais voltadas para a pesquisa e conservação da biodiversidade. Nelas, exceto alguns casos previstos na lei, é admitido apenas o uso indireto dos seus recursos naturais. São classificadas em 05 tipos:

Estação Ecológica (ESEC): área natural restrita onde as pesquisas científicas são permitidas somente com autorização prévia. Esses espaços não estão abertos à visitação pública.

Reserva Biológica (REBIO): área natural restrita que tem como intuito a preservação da fauna e da flora do local.

Parque: extensas áreas naturais que abrigam fauna e flora de grande importância ecológica e cênica.

Monumento Natural (MONA): áreas naturais que possuem características únicas, como formações geológicas, cavernas, sítios paleontológicos, entre outros.

Refúgio de Vida Silvestre (REVIS): áreas naturais que abrigam espécies da fauna e da flora em processo de extinção.

UNIDADES MUNICIPAIS - Clique e conheça as Unidades de Proteção Integral de Porto Velho.

Compartilhe nas redes:
Twitter Whatsapp

Utilizamos cookies em acordo com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
2024 © Prefeitura de Porto Velho - RO - SMTI