SUSTENTABILIDADE NO CAMPOPrefeitura inicia projeto alternativo de limpeza de áreas sem utilização de fogo

11/Jul/2019 - 19:50

A Prefeitura de Porto Velho através da Secretaria de Integração - SEMI, iniciou um grande projeto sustentável alternativo a utilização de fogo para limpeza de terrenos por pequenos produtores rurais.

O Projeto faz parte do Programa Porto Velho sem Fogo, lançado pelo Prefeito Hildon Chaves e beneficiará inicialmente 40 pequenas propriedades rurais.

As atividades consistem em proporcionar alternativas ao Uso do Fogo no Processo de Desenvolvimento Sustentável da Agricultura.

O projeto piloto é resultado de uma parceria entre a SEMA, SEMDESTUR e a Associação Boa Safra, contando também com o apoio da Brigada Municipal.

Segundo o secretário Robson Damasceno o projeto foi iniciado nesta quarta-feira (10) na zona leste da cidade e consiste em utilizar maquinário na limpeza, gradagem e preparo de áreas que, em sua maioria, todos os anos recebiam fogo para serem limpas para a agricultura.

"O projeto tem por objetivo reduzir a incidência dos incêndios em Porto Velho, mediante o emprego de práticas alternativas às queimadas, contribuindo assim para a proteção ao meio ambiente e para a melhor qualidade de vida das comunidades locais.", disse Damasceno.

O secretário ainda informou que atendeu determinação expressa do Prefeito Hildon Chaves de aprimorar a eficiência e a eficácia das ações do governo municipal destinadas a ampliar a aplicação de metodologias de contenção de incêndios e contribuir para o desenvolvimento sustentável da nossa agricultura e para a recuperação de Áreas Degradadas e de Proteção Permanente.

O maquinário utilizado foi repassado a SEMA/SEMI através de emenda do ex deputado Lindomar Garçom.

O fogo na agricultura

O fogo acidental tem sido cada vez mais freqüente em Porto Velho e muitas vezes é iniciado por pessoas que pretendiam limpar suas áreas.

As ações consideram a crescente vocação do município para a expansão da agricultura, sem deixar de lado os impactos trazidos pelo verão amazônico.

O Projeto deverá evitar muitos incêndios que poderiam ameaçar a biodiversidade e contribuir para a emissão de gases de efeito estufa.

A redução desses incêndios é essencial para proteger o futuro da Amazônia, em especial de Porto Velho, e ainda mitigar as mudanças climáticas através da redução da emissão de carbono.

Sustentabilidade no campo

11/Jul/2019 - 19:53

logotipo da prefeitura de porto velho