SEMI alerta motoristas para que não estacionem em cima das gramas implantadas na BR 364

16/Dez/2019 - 12:43

Empresas também estão sendo alertadas sobre infrações previstas no código do Meio Ambiente

A Secretaria Municipal de Integração (SEMI), juntamente com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SEMA), está implantando placas em gramas na extensão urbana da BR 364, em canteiros centrais e laterais dos viadutos. Os trabalhos estão concentrados no trecho próximo a entrada que dá acesso à faculdade Fimca. O plantio é rápido e em pouco tempo, a gramínea se desenvolve. A ação vai além do embelezamento da cidade, ela traz benefícios funcionais e ecológicos. “Com esse plantio se reduz o potencial de erosão do solo, pois a grama facilita a drenagem das águas e evita enxurrada”, disse Alexandro Miranda, subsecretário da Sema.

Apesar de o serviço estar bem avançado, a prefeitura enfrenta a falta de respeito e conscientização de condutores de veículos. “Eles estacionam em cima da grama, recém-implantada, destruindo um trabalho que demanda recursos municipais e deslocamento de várias equipes de trabalhadores”, relatou o secretário da Semi, Álvaro Mendonça que tem feito apelo aos condutores para que ajudem a preservar esse trabalho. “Tudo que a prefeitura faz de melhorias na infraestrutura da cidade, sob recomendação do prefeito Hildon Chaves, é para todos nós. Temos que cuidar de Porto Velho e assumirmos o compromisso de que estamos construindo uma cidade melhor para nossos filhos e netos e seus descendentes e portanto, é papel de cada um ajudar a fiscalizar e denunciar atos de vandalismo e de destruição de todo e qualquer tipo de patrimônio do nosso município”, alertou.

Apoio de empresários

O secretário pediu ainda que os empresários que tem seus negócios à margem da BR, onde estão sendo feitos os trabalhos, que também ajudem nessa ação, conversando com seus funcionários e demais colaboradores. “Muitos caminhões e outros tipos de veículos pesados, que precisam fazer o retorno, naquela área, ultrapassam a extensão do asfalto e atingem a grama. Além daqueles que estacionam, sem qualquer constrangimento, em cima da grama mesmo”, observou.

Centenas de placas foram destruídas, recentemente, por esses caminhões e inclusive por viaturas policiais. Mesmo entendendo que em algumas situações a urgência acaba demandando um percurso sem planejamento e que pode ocorrer de ter que passar por cima da grama, o secretário pede a colaboração de todos para minimizar esses estragos.

Infrações

Ainda de acordo com Álvaro Mendonça, a equipe de fiscalização ambiental da prefeitura já oficializou as empresas de toda a extensão onde ocorrem o serviço, sobre as penalidades sofridas àqueles que vão contra o que prevê o Código Municipal de Meio Ambiente no art. 277, e art. 181 e VIII Código de Trânsito Brasileiro, que autoriza a remoção e multa ao veículo estacionado irregularmente. “Queremos que o cidadão adote a cultura de cuidar da cidade, sem que para isso tenhamos que apelar para a aplicação de medidas punitvas”, finalizou.

logotipo da prefeitura de porto velho