SEMA leva a Campanha de Prevenção e Combate as queimadas para as escolas através do Projeto escola + sustentável

Publicação: 11/10/2018 13:42:38

A Prefeitura de Porto Velho, por meio da Subsecretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, realizou nesta manhã de Terça Feira(09) uma abordagem socioeducativa sobre a Campanha de Prevenção e Combate as Queimadas,  Queimada Mata na Escola E. E. Fundamental Dr. Osvaldo Piana, localizada no Bairro Nacional.

A atividade faz parte do Projeto Escola + Sustentável da SEMA, que visa atuar no contexto da escola com atividades de educação ambiental envolvendo escola e comunidade. Segundo Keila Eduarda, orientadora pedagógica da escola, a iniciativa é bastante relevante, pois no Bairro “tem muita incidência de queimadas, que as vezes prejudica até o ambiente escolar em relação ao calor e a fumaça na época de seca”.

A equipe de agentes de educação  ambiental (DGPA) e os bombeiros civis realizaram Oficinas de Educação Ambiental, abordando o tema das queimadas e meio ambiente. Os agentes ao abordarem sobre as queimadas,  apresentaram  a Campanha de Prevenção e Combate às queimadas e incêndios florestais, enfatizando que queimadas é crime ambiental e traz grandes prejuízos, sociais, à saúde da populacao e ao meio ambiente.

O infrator ou a pessoa que pratica queimada sem automatização, pode ser multado pelo agravo ao meio ambiente. Além disso, a Lei Federal nº. 9.605/1998 (Lei de Crimes Ambientais) estabelece que o infrator ambiental poderá responder cível e criminalmente.

Participaram das atividades cerca de 90 alunos, sendo três turmas do 6° ano. foram distribuídos, folders, panfletos, cartazes junto aos alunos. 
Participaram da agenda, Benedita do Nascimento Pereira (Bené), coordenadora da campanha, e o Brigadista(Bombeiros Civil) BC Igor da Brigada Municipal.
 


SEMA leva a Campanha de Prevenção e Combate as queimadas para as escolas através do Projeto escola + sustentável

11 / Out / 2018 - 14:19

Campanha de Prevenção e Combate as queimadas para as escolas através do Projeto escola + sustentável